RODOVIA ROTA DO SOL DO LITORAL GAÚCHO A CAMBARA DO SUL

 

Bom dia amigos e amigas da Camicleta.

Esse vídeo foi realizado na rota do sol de Terra de Areia até Cambara do Sul, ligando o litoral a serra do Rio Grande do Sul, no local onde ficam os canions da Fortaleza, Itaimbezinho e outros.

Canion Fortaleza

Canion Fortaleza

[youtube]this HTML class. Value is https://youtu.be/Qpl_fq373bY[/youtube]

Fiquem com Deus e até a próxima.

 

Compartilhar

DE ILHEUS PARA ITACARE

Bom dia amigos e amigas da Cami.

     Estivemos em Ilhéus do dia 19 de fevereiro 2016 à 22 de fevereiro de 2016, ficamos na praia da Fortuna, no estacionamento de um posto de combustível, lugar muito tranquilo, durante o dia fizemos caminhada pela praia que é muito plana e extensa, com muitos bares de praia, bastante movimentados durante o dia.wpid-wp-1456349132151.jpeg

wpid-wp-1456349132156.jpeg  Fomos conhecer o centro histórico, tomamos um chopp no bar Vesúvio, famoso pela novela de Tieta, la estava Jorge Amado numa mesa próxima, fizemos até uma fotinho.

   De Ilheus seguimos para Itacare, no video um pouco de nossa estada por lá.

   Itacare tem a rua Pituba, onde existem muitos bares e restaurantes, local onde se reunem os turistas durante a noite.  Nós ficamos instalados um dia no camping na rua pituba ll, mas o barulho é muito alto até madrugada e só tinha uma tomada de luz, por isso nos mudamos para beira mar, em frente a praça do canhão.

  Fiquem com Deus e até a próxima.

Compartilhar

ILHA DE COMANDATUBA UM LUGAR FANTÁSTICO

Boa noite amigos e amigas da Cami.

       Continuamos nossa viagem pelo Brasil, mas como visitamos muitos lugares nem sempre conseguimos postar comentários de todos eles, no entanto sempre que encontramos algo que realmente é diferente procuramos contar como foi nossa história. A Ilha de Comandatuba merece essa atenção.

   Estávamos antes na cidade de Canavieira, aqui na BA, lugar que não nos agradou, seguimos em frente, porque quem viaja é assim, segue em busca de lugares bonitos, com pessoas educadas, e para quem anda de motorhome, precisa chegar nos lugares e ser acolhido.

Comandatuba no maps

   A Ilha de Comandatuba localiza-se no município de Una, no sul do litoral da Bahia, no Brasil, e a 545 km da capital Salvador.

     O acesso é todo por asfalto e ao chegar ao local a primeira impressão  não mostra quase nada do que ali se oferece aos visitantes, porque existe um rio que separa o lugarejo do mar. Na Ilha existe um resort, o grande movimento é de funcionários e seus veiculos de transportes. Chegamos a tardinha, e logo na chegada tem uma guarita bem estruturada, junto a um portinho, fomos ali e falamos com o funcionário, quando então ficamos sabendo do resort, de como funcionava a ilha e outras coisas do local, tipo passeios de barco, visita a ilha da fantasia e etc..  Ali neste portinho os hóspedes do resort cruzam o rio para se hospedar na Ilha, e ali existem também outros portinhos, um serve só para os funcionários do resort, em outro tem uma balça só para levar veículos ao resort, outro leva visitantes a Ilha da Fantasia, que é um outro espaço com barraca de praia dentro da ilha, um outro portinho que leva visitantes a uma outra barraca de praia do complexo da Pousada Real.

    Chegando a noite resolvemos pousar por ali, ficamos então ao lado de uma igrejinha, logo montamos nossa antena de tv, e fomos ver uma novelinha e descansar. Como não ligamos ar condicionado, a janela fica aberta, com tela, para evitar o inimigo mosquito. A noite podemos sentir um pouco de cheiro das queimadas que assolam a região.
wpid-wp-1455925324216.png

   Ficamos ai, e no outro dia pela manhã fomos até o portinho de onde sai a lancha que leva a Ilha da Fantasia, ao preço de R$ 10,00 ida e volta.  Depois de uma negociação íamos deixar a Cami ali no cais da Ilha da Fantasia, pois no local tem um gramado e iam ceder água e luz.

wpid-wp-1455927216182.jpeg

   Resolvemos antes de levar a Cami para este local ir até a Pousada Real, porque na noite anterior vimos um cartaz com um passeio que é organizado por eles, no caminho fomos abordados pelo Sr. Osvaldo, que nos levou até a pousada, na qual o mesmo é funcionário.

wpid-wp-1455928644563.jpeg

Olha o seu Osvaldo abanando.

  Antes de levar a Cami até o pátio da pousada, combinamos usar a energia elétrica e a piscina do local, mais um passeio até o bar de praia pertencente a pousada. Fomos muito bem recebidos pelos funcionários, em especial pelos proprietários Crispim e Arlei. No camicnho ao buscar a Cami encontramos com um guia local, o Lucas Nunes, que nos brindou com um sua imitação de pássaros, a qual só vi parecida em programas tipo o do Faustão. Quando forem a Comandatuba, não deixem de experimentar a cocada da região, peçam a Lucas que ele conduz a feira. A baixo um video com Lucas.

[youtube]https://youtu.be/YWqs8SFFI3k[/youtube]

   Após instalados fomos fazer o passeio. Saímos com Osvaldo de motorista, que o tempo todo de pés descalços, demonstrava total adaptação ao ambiente. O passeio é feito com uma camioneta tracionada, uma vez que passamos somente por estrada de areia.  As propriedades que cruzamos são particulares por isso o primeiro passo foi cruzar um portão que fica cadeado. Ali em uma casa de moradores crianças observam curiosas quem passa.

wpid-wp-1455971918043.jpeg

   A partir deste local inicia uma viagem maravilhosa, onde passamos por caminhos rodeados de bromelias, uma vegetação rasteira em certo ponto onde se adentra ao campo e é possível ver e ouvir muitos dos pássaros que Lucas imitou no vídeo anterior. Logo somos surpreendidos por uma extensa savana, ao estilo africano, o que prova nossa antiga ligação com  aquele continente, só que não fica por ai, porque ainda vem uma mata com árvores frondosas e antigas, com seus cipos extremamente antigos o que se pode ver pela grossoura dos mesmo. Lugar habitado por nada menos que o mico leão dourado, que infelizmente não quiz dar os ares para uma foto.

wpid-photopictureresizer_160218_093007573-800x533.jpg

wpid-photopictureresizer_160218_093315759-533x800.jpg

Seguindo ainda existe uma parada para apreciar o rio.

wpid-photopictureresizer_160218_092416878-800x533.jpg

Quando pensamos que estava terminando o caminho fomos ainda a um mangue seco de acesso muito bom.

wpid-photopictureresizer_160218_093008971-800x533.jpg

No momento que chegamos a mare ainda alta, não entramos no mangue onde é possível catar carangueijos.

Por fim chegamos a barraca de destino.

    O cardápio é de petisqueria, com preços acessíveis, a praia é completamente isolada, naquele dia só haviamos nós, e devemos dizer que a farofa da Dona Maria é divina.

     Esse passeio precisa ser feito com saída pela manhã, com calma, fotografando e admirando a natureza, para depois apreciar os pratos de Dona Maria, ouvir a Angélica conversar com seu português regional e tomar aquele banho no mar de águas quentes, transparentes e límpidas.

    Voltamos a tardinha, apreciando o por do sol para depois tomar aquele banho na piscina da pousada.

wpid-photopictureresizer_160218_092424022-800x533.jpg

wpid-wp-1455985320741.jpegConforme programado no outro dia ficamos pela manhã curtindo a  piscina da pousada e logo após o almoço fomos conhecer a ilha da Fantasia.

   A Ilha de Comandatuba só pode ser visitada na parte da Ilha da Fantasia, porque as outras partes fazem parte de um resort, então só para hóspedes ou convidados.

    Comandatuba também possui um aeroporto, onde vimos chegarem e saírem alguns aviões, não pesquisei, mas acredito que só vôos fretados.

    Por fim dizer que o Crispim dono da Pousada Real e o Arlei seu filho, engenheiro  ambiental, são pessoas ímpares, eles têm em Comandatuba um projeto de turismo sustentado, propiciando aos turistas uma boa dose de natureza , paz e tranquilidade, sem falar no café da manha com diversos bolos  e frutas da região.

   Aqui o Crispim e Arlei visitando a Cami e recebendo um mimo Camicleta.

wpid-wp-1456078249289.jpeg

   Espero ter contribuido e que tenham gostado porque fazer estas postagens para nós é apenas um hoby, não recebemos nada de ninguém e arcamos com todos os custos e despesas, desde internet, máquinas, tempo e tudo aquilo envolvido.

Fiquem com Deus e até a próxima.

Compartilhar

Praias de Santo André e Santo Antônio

    Saímos pela manhã partindo de Santa Cruz Cabralia, fomos de moto, atravessamos o rio com a balça, onde o marinheiro faz um discurso para dizer o nome do rio,  passamos por Santo André, e fomos conhecendo as praias até o restaurante da Nilza, conceituado pela  comida baiana. A praia em frente ao restaurante fica no local onde desagua um rio, local muito frequentado pelos banhistas. No vídeo fizemos imagens de tudo, estradas, praias  e comida. Para saber mais clik no video.

Fiquem com Deus e até a próxima.

Compartilhar

Santa Cruz Cabralia e Coroa Vermelha Baixo Custo

Estamos aqui beira mar ao som das ondas, num local de extrema beleza, um sol em um céu azul que contrasta com o azul do mar.

image

O custo de  um casal em dez dias de estadia acaba sendo bastante vantajoso em relação as outras opções das redondezas. Ao custo de 40 reais ao dia pode ser planejada uma estadia econômica por 5 dias ao valor de 200 reais, isso agora no verão de 2016. O camping fica a 2 km do shopping de Coroa Vermelha e a 5 km de Sta Cruz Cabralia. O deslocamento por transporte urbano fica em 2 reais em vans que fazem o trajeto a todo instante entre Coroa Vermelha e Santa Cruz Cabralia. Coroa Vermelha tem uma área indígena e é la que estão várias bancas com produtos por eles produzidos, no local que é denominado shopping.

       Tanto em Cabralia quanto em Coroa Vermelha tem varias opções de mercados, fruteiras, bares para se adquirir mantimentos.

No video mostramos um pouco da cidade de Cabralia.

Fiquem com Deus e até a próxima.

Compartilhar

ARRAIAL DA AJUDA – Local de pouso

      Bom dia amigos e amigas da Cami.

   Arraial da Ajuda fica muito próximo de Porto Seguro e é o local onde existem as praias mais belas das redondezas bem próximo de Trancoso e praia do espelho. Aqui neste estacionamento estamos desde o dia 11 de novembro e ficaremos até dia 30 desse mês, quando então retornaremos para o RS para passar as festas do final de ano. Esses dias por aqui foram mais de preparação para esse passeio até nossa casa, pois já temos vôo de retorno marcado para o dia 10 de janeiro de 2016, quando então continuaremos nossa viagem pelo Brasil. Nesses 40 dias deixaremos a Camicleta em Porto Seguro, para isso deixaremos as caixas de água boa vazias, a água servida vamos esgotar e deixar um residuo de água  em baixo para evitar ressecamento de gorduras, isso também faremos na caixa de detritos. As bicicletas e a moto vamos revisar e preparar para deixar paradas assim evitando ferrugem, uma vez que fizemos uso nas praias onde há muita concentração de sal.
Nesse estacionamento temos água de boa qualidade, e luz elétrica, sendo um estacionamento com um zelador que tem um recibo de uma associação, que na verdade a área é publica, o zelador é o Sr.  Bento, cobrou 15 reais para ficar, ou 20 reais com água e luz,  por dia. Não tem segurança no local, e é frequentado por muitas pessoas da comunidade, para caminhadas, adestramento de cães,  pedaladas e um pessosal que faz performance em motocicleta, este pessoal faz um pouco de barulho, no entanto fazem um show gratuito com suas acrobacias.
O local fica a uns 150 metros do centro de Arraial da Ajuda, lugar plano e asfaltado e de fácil acesso.
https://goo.gl/maps/3UdTo65YR6p

image

image

image

image

Fiquem com Deus e até a próxima.



Compartilhar

DELFINOPOLIS UMA CIDADE NO PE DA CANASTRA

Bom dia amigos e amigas da Cami.
Nesta viagem pelo Brasil acabamos por conhecer muitos lugares e pessoas, e nem sempre conseguimos  postar sobre todos, ou porque não conseguimos sinal de internet ou porque vão se acumulando informações. Quando ainda estávamos em Barretos procuramos nosso novo destino, então de olho no google maps e dicas de pessoas, fomos em direção a Serra da Canastra, dali seguiríamos por Belo Horizonte até Vitoria do ES. A estrada até Delfinopolis, município que escolhemos começar nossa visita na Serra da Canastra com suas cachoeiras tem acesso por asfalto. O ingresso pelo asfalto somente é feito através de balsa, que cruza o rio grande. DSC00967

   A cidade é pequena, e logo na chegada um grande portal de atendimento ao turista, mas que nunca tem ninguém.

A funcionária que deveria estar ali nos encontrou na cidade, e foi solicita indo até sua casa buscar mapas e nos dar dicas de visitas. Como chegamos quase terminando a tarde, tratamos de fazer umas compras e procurar um lugar para dormir, rodamos um pouco e resolvemos ficar em uma avenida larga onde os moradores fazem suas caminhadas.
No outro dia fomos a um camping, com acesso bem ruim para a Cami, tinha árvores baixas e uma ponte que não inspirava confiança. Na descida até o local cruzamos pelo irmão da dona, que se auto intitulava, Jésus Trilha, porque conhece todas as trilhas da região. No camping não tinha um local apropriado para motorhome, e o melhor local ficava junto a casa de um dos parentes que moram no local e que não concorda com o funcionamento do camping, pelo que deu para notar atraves dos comentários. Ainda queiram R$ 25,00  por pessoa por dia, isso depois de um choro, um absurdo para um local sem nenhuma estrutura. Saímos e fomos até o bar restaurante que fica bem no cruzamento com a estátua de Jesus Cristo de Braços abertos, onde começa a estrada que da acesso a todas as cachoeiras e cidades vizinhas. Ali coversamos com o proprietário que até nos ofereceu ficar ao lado de seu comércio. Ao lado deste havia um terreno com um trator e uma tombadeira, observei e vi que tinha luz instalada e era cercado com arame, fui até a frente onde encontrei com André e mais dois homens conversando. Ainda não conhecia o André, mas percebi que um deles deveria ser o ĺresponsável pelo local. Fui até eles e pedi para ficar ali alguns dias, onde André prontamente disse sim, sem ao menos perguntar de onde eramos e quem éramos. Ofereceu água, e eu pedi luz, então para cobrir os custos anotamos o relógio que no final de 14 dias resultou em R$ 100,00.  Estabelecida a nossa base passamos a visitar alguns locais nas redondezas.

Fomos as cachoeiras do Edio, distante uns 3 km de onde estávamos, lá pagamos R$ 10,00 por pessoa para ingressar no local. Por uma trilha sem marcações subimos alguns kilometros beirando as águas que em alguns locais acumulavam-se formando poços. O volume de água estava muito baixo o que prejudicou em muito a visita, as cachoeiras eram mais um corrego entre as pedras. Neste passeio levamos o Tor em uma muchila improvisada, o mesmo estava solto, cheirando tudo que podia. Almoçamos a beira de um poço, ao estilo piquenique, dali a tardinha nos recolhemos direto para a Cami. Preparando o itinerario do novo dia.

Em outro dia fomos a cachoeira do rio Santo Antônio. IMG_20150904_151034268_HDRh

Compartilhar

UM CHURRASCO EM OURO PRETO

Boa noite amigos e amigas da Cami.

           Em 2012, antes de comprar a Camicleta ingressei no grupo motor-casa do facebook, na época era eu e mais uns três membros, hoje o grupo tem mais de 1500 integrantes. Nesses grupos fazemos amigos virtuais e aprendemos a reconhecer muitos amigos por suas opiniões. Um dos membros que já fazia parte do grupo era Herrmann Jr, aqui de Minas Gerais, e durante estes anos deu muitas opiniões  importantes para quem pretende ter um motorhome.  e neste domingo, como estamos perto de Belo Horizonte recebemos a sua visita mais de sua esposa Jaqueline. Anotamos muitas dicas para nossa viagem e saboreamos um churrasco dos bons.

CLIK NA FOT E VA PARA O ALBUM.

Fiquem com Deus e até a próxima.

Compartilhar

OURO PRETO

BOM DIA AMIGOS E AMIGAS DA CAMI.

    Estamos em Ouro Preto, MG, cidade histórica . Ontem fomos de bike para conhecer o local. Desde que iniciamos a viagem pelo Brasil não tínhamos pedalado ainda, agora com a bike arrumada, começamos com uma pelada um tanto inclinada. Passando pelas ruas as pessoas diziam, pedalar em Ouro Preto é pesado. Uma senhora disse, “aqui nao tem pista reta, ou sobe ou desce”. Verdade mais pura, as imagens falam por si. Coloquei fotos do album piwigo, clicando na foto direciona para o restante das imagens.

Fiquem com Deus e até a próxima.

 

Compartilhar

PASSEIO EM FURNAS , MG

Bom dia amigos e amigas da Cami

De quinta feira passada dia 24 de setembro até hoje viemos de São João Batista do Glória para Furnas aqui em MG, passamos pelo mirante da Usina de Furnas e depois nos instalamos no camping do Club Náutico, aqui fizemos novas amizades. Tentamos pescar, usamos a piscina do club e fizemos um passeio de lancha inesquecível, pelo lago, apreciem nas fotos.

Depois do Mirante chegamos ao camping.

Passeio de lancha

Salto raro de paraquedas nas furnas

Amigos novos.

Fiquem com Deus e até a próxima.

Compartilhar

São João Batista da Glória – Serra da Canastra, MG

Quando chegamos a São João Batista da Glória ficamos em frente a uma casa em uma rua de pouco movimento, onde estabelecemos nosso local do pouso.

http://goo.gl/maps/LfSiD

image

Album de S. J. Batista do Glória

Pescando entre SJBatista do Gloria e Passos, MG

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fiquem com Deus.

Compartilhar

Babilonia na Canastra

Bom dia amigos e amigas da Cami.

O Parque Nacional da Serra da Canastra é imenso, sabemos que existem dois lados o lado da Babilonia e o lado da Canastra. Estamos no lado da Babilônia. Ontem estava previsto ir as cachoeiras do paraíso, aqui em Delfinopolis, mas ao chegar na portaria não permitiram que entrassemos com o Tor por isso seguimos pela mesma estrada subindo a serra da Canastra chegando ao topo da Babilônia, com certeza não esperávamos por tamanha beleza. As fotos podem traduzir um pouco disso, porque as imagens verdadeiras ficam na memória sob a emoção de cada visão. A estrada é feita normalmente por veículos tracionados e motos trail, no entanto subimos com nossa 125 cilindradas, sempre com calma e sem nenhum acidente. Tem pedras soltas, areia, buracos e subidas ingrimes, vale muito uma visita. Na volta, fomos a o restaurante Bica D’agua em Delfinopolis, R$ 25,00 por pessoa e um bufe mineiro bem caseiro, foi excelente para repor as energias.  Fiquem com nossas imagens e não deixem de comentar aqui no site, preciso saber se o que fazemos é útil para alguém, saber se lêem o que escrevemos, isso motivará darmos continuidade, uma vez que toma bastante tempo e dinheiro.

Fiquem com Deus e até a próxima.

Compartilhar

Cachoeira de Santo Antonio – Serra da Canastra

NA SERRA DA CANASTRA

Posted by Oriom Elias Pinto on Sexta, 4 de setembro de 2015

Compartilhar

DELFINOPOLIS – SERRA DA CANASTRA – CACHOEIRAS DO EZIO

Boa noite amigos e amigas da Cami.

Depois de ficar por 14 dias em Barretos, na festa do Peão de Barretos seguimos para Delfinópolis, fica no pé da Serra da Canastra em Minas Gerais.

Wikipédia : Delfinópolis é um município brasileiro do sudoeste do estado de Minas Gerais. Dista 401 quilômetros de Belo Horizonte, e se estende numa área total de 1.171 km² elevada a 689 metros de altitude na sede municipal. Sua população é de cerca de 8 mil habitantes (metade na zona urbana).Possui um distrito ( Ponte Alta – Babilônia) e um vilarejo ( Olhos d’agua da Canastra) e várias pequenas comunidades entre elas, Mata, Gurita, Vão da Babilônia.

O caminho de Barretos até Delfinópolis passando por Franca é muito bom, chegando em Delfinópolis é preciso atravessar de balça o rio que esta muitos metros mais a  baixo do nivel normal.

Em Delfinopolis ficamos na primeira noite no centro, onde pousamos, e no outro dia junto a area de uma terraplanagem, estabelecemos nossa base, por ser central e pegar sinal de internet, e por ter que pagar somente a luz ao proprietario, o Andre.

Somente no dia 03 de setembro é  que fomos visitar a primeira serie de quedas de água, mas devido a pouquissima água nenhuma cachoeira realmente foi encontrada, primeiro fomos as conhecidas cachoeiras do Ezio, na volta já na base, de presente um lindo por do sol de dentro da Cami.

As estradas que ligam as cachoeiras são de chão,  a poeira é  muita, tanto que as pessoas andam muitas vezes com panos no rosto em razão da poeira.

A caminhada nas trilhas do Ezio são bem fáceis, com placas e acesso sem dificuldades, vale muito passear no local, cobram R$ 10,00 por pessoa, agora se chover devem ficar bem mais interessantes.

Fiquem com Deus.

Compartilhar

UMA SEMANA NO PARQUE DE RODEIOS DE BARRETOS

Bom dia amigos e amigas da Cami.

      Passamos mais de um mês na viagem pelo Brasil,  saímos dia 23 de julho e já conhecemos muitas pessoas e lugares. Posso testemunhar que viajar sem destino é surprendente, levantar acampamento sem saber onde vai parar para almoçar ou dormir, quanto tempo vai ficar no próximo lugar nem o que ou quem vai encontrar. Nesse sentido além de surprendente pode ser mágico, BARRETOS esta sendo assim, viemos pela mídia, mas encontramos algo que ela não fala, só estando aqui, no entanto posso tentar dizer assim: você vive uma vida de emoções , alegrias, tristezas, euforia e todos os sentimentos possíveis ao ser humano e sempre tem algo que de uma ou outra maneira nos faz recordar que um sentimento brota pela pele, vem dos pulmões, passa pela boca, mas nos olhos e ouvidos é  que sao despertados, por isso agradeço  a Deus por me permitir poder estar vendo e ouvindo. Quem não se emocionou com a canção Evidências de Chitaonzinho e Xororo, com vozeirão do Daniel ou com as canções da Paula Fernandes, ver eles juntos como uma surpresa da apresentação do cantor coutry Garth Brooks foi pura emoção. Garth Brooks é um icone da musica coutry norte americano e veio ao Brasil fazer um show beneficiente, pois doou todo o cache em prol do hospital de câncer de Barretos.

    Chitanzinho e Xororo, Daniel, Paula Fernandes, Rio Negro e Solimões, Fernando e Sorocaba e outros cantores sertanejos existem, eu vi, estavam lá, ao vivo, cantando para mim e a Lilian dançar e não  era gravação.

     Não  há como ficar por aqui e não se incorporar na festa, para isso é preciso usar um chapéu de cauboy, um cinto com fivelao e um par de botas em estilo. Todos usam, todos se sentem um pouco cauboys, mas estes, os verdadeiros estão na arena, e não são somente homens, para os homens a prova é a de montar em touros e as mulheres na prova do barril, montadas em cavalos. Algumas fotos e videos do que acontece por aqui.

Compartilhar

Na zona rural de Itu

Boa tarde amigos e amigas da Cami.

  Saimos de Praia Grande rumo a Ribeirão Preto, mas antes, ainda na noite anterior a saída estavamos procurando para onde ir, a dúvida se ficávamos pelo litoral ou seguíamos em direção a Barretos, pois dia 20 de agosto inicia a Festa do Peão de Barretos, até lá vai uma semana por isso programamos passar na casa de amigos em Ribeirão Preto, Alvaro e Fernanda. Decidimos deixar o litoral norte de São Paulo para fazer com mais calma mais adiante, assim resolvemos subir rumo a Ribeirão sem destino certo de onde parar até o dia 16 quando combinamos de fazer a visita. Subimos pelo rodoanel Mário Covas, a paisagem é linda, os túneis são algo surpreendente,  para nós que nunca saimos do Sul via terrestre gostamos muito.  Um pouco antes de chegar a Campinas paramos em um posto de combustível,  porque devido a quantidade de kilometros rodados não sabíamos se restava muito ainda, acontece que o marcador da Cami é safado, engana o motorista, quando fica vazio ainda marca 3/4 de tanque. Certa vez ficamos na estrada, logo que a Cami veio para a família. E agora não é que estava quase vazio, então tratamos de encher e ja era umas 15 horas passada, resolvemos ficar ali mesmo naquele posto, paramos ao lado de uma familia que esperava uma carga para voltar a Mato Grosso. No outro dia após termos procurado para onde ir, deslocamos a Itu, para ficar no camping paineiras. Nesse local tem piscinas, lagos para pesca, restaurante, sauna, bilhar, local para caminhadas, natureza, e um preço de 60,00 reais para o casal de motorhome. Estamos ainda por aqui, hoje dia 14 de agosto, saimos talvez no domingo.

Fiquem com Deus e até a próxima.

Compartilhar

PERUIBE LITORAL SUL DE SÃO PAULO

Fazendo amigosBoa noite amigos e amigas da Cami.

        Chegamos aqui em Peruibe,  agora é fora da alta temporada então são poucas as pessoas na praia, quase ninguém,  no entanto pelo número de casas vazias e extensão do litoral que é habitado da para ter idéia do fervo de gente que deve ser por aqui no verão. O primeiro dia que foi ontem ficamos por perto do mercado do peixe, a praia é do tipo oceânica a água não estava clara, mas a margem de areia é  larga e firme, e tem um calçadão imenso com ciclovia e diversos kiosques muito bem organizados. Tem também um aquário que não visitamos, mas passamos em frente quando chegava uma viatura da equipe florestal da PM, trazendo uma ave ferida. No local onde estamos fica bem perto o mercado do peixe, lá compramos um camarão para o almoço,  fresquinho, uma delícia. A noite fizemos umas compras no mercado que fica no centro, conhecemos a igreja e programamos uma ida a Barra do Una, que fica dentro da reserva ecológica do Estação Ecológica Juréia, passando primeiro por Guarau e pela cachoeira do Paraíso. Fomos de moto, saímos cedo e levamos o Tor  numa mochila que improvisamos para acomodar o mesmo, no caminho até Guarau, que é todo asfaltado, vimos uma placa que indicava para a Prainha,  resolvemos descer, ali uma estrada de chão,  em péssimo estado, mas com uma maravilha de praia ao seu final, uma bahia  pequena com algumas casas e uma mansão,  mais parecia um castelo. Seguimos até Guarau uma localidade ao final do asfalto, uma praia bonita de água clara, com vários campings e pousadas, mas nenhum camping  que tenha entrada para ônibus. No acesso até o Guarau enfrenta-se uma serra bem acentuada, lá não tem posto de combustível,  depois seguimos até a cachoeira do paraíso,  ali o acesso é restrito a um número máximo de visitantes por dia, e é dada uma senha e na entrada da trilha um monitor passa um vídeo explicativo, e se anda depois por uns trezentos metros até a cachoeira. Com o nível baixo de água mais parecia um córrego, a água muito cristalina, por ali almoçamos a beira da água,  depois enfrentamos a volta pela estrada de chão que diga-se de passagem é muito ruim, tanto que resolvemos voltar no dia de amanhã para visitar a barra do una com ônibus de linha. Por esses dois dias, décimo quarto e quinto dia da viagem é isso, fiquem com Deus e até amanhã. 

Compartilhar