UM DOMINGO DE FRIO NO QUARTO DIA

Boa tarde amigos e amigas da Cami.

        Estamos em Vacaria, RS, amanheceu o dia com uma neblina que mais parecia chuva, uma umidade tão grande que nem coragem de levantar deu. Eram 7:30 hs da manhã quando tocaram os sinos da Catedral, pensamos em ir à missa, mas não deu, faltou coragem de levantar, ficamos por ali entre um cochilo e outro esperando o tempo passar, até que bateu a fome.

    Levantamos lá pelas 9 hs, a Lilian preparou um café com leite , mamão e torrada, em seguida uma pesquisada no Google, decidir a rota, e o Tor impaciente, levei ele para dar uma volta para desaguar.

    Na noite anterior pensei em fazer um café expresso na cafeteira, mas desisti em razão das baterias, uma vez que não tem feito sol e estamos a três dias sem energia externa.

       Hoje pela manhã procurei na praça uma tomada e não encontrei, olhei tudo e nada, voltei pensando em levantar acampamento, ir para Lages, SC, mas antes tocaram os sinos novamente, agora para a missa da 10 hs, eu e a Lílian então conversamos e resolvemos ir à missa, Afinal como diz Padre Flávio lá de Canoas, o que é uma hora para Deus, em tantas horas na semana.

      Sai da Cami, fui até a esquina da Prefeitura, esperando pela Lilian, pensando em pegar energia no caminho, em um posto ou camping, andei dois passos e olhei para cima, e com surpresa, três tomadas energizadas no poste bem junto a nós. Foi  resposta a um desejo? Bom  a missa já estava programada, pode ter sido ou não! Prefiro crer que foi!

         A missa na Catedral foi presidida pelo Cardeal Irineu e frei Jorge que estava divulgando seu livro, “Terra Santa além dos Muros”, a omilia foi sobre o milagre dos pães,  quando junto a mar da Galiléia,  Jesus serviu a mais de 5000 fieis,  com 5 pães e dois peixes, mas o mais marcante foi sobre o perdão.

            O frio continuou durante o dia. A tarde fomos a casa da povo, uma construção assinada por Oscar Niemeyer, e nosso planos mudaram, vamos sair amanhã, uma vez que aproveitamos para recarregar as baterias, já eram umas 16 horas, muito tarde.

 

Fiquem com Deus e até amanhã.

Compartilhar