RANCHO MÓVEL EM SANTO ANTÔNIO DA PATRULHA

Bom dia amigos e amigas da CAMI.

   O encontro começou no domingo dia 02 de maio. Como de costume preparamos a Cami para a viagem, e como tinha um problema com o box do banheiro, passei a semana nesse conserto.

   Retirei o pedaço que estava estragado e substituí por um pedaço novo, fiz um remendo  e fibrei todo o chão do box. Agora já testado aqui em Sto. Antônio. Na verdade não ficou bom o caimento, vou ter que aperfeiçoar quando voltar.

   

Na saída de casa, tudo pronto, ao dar a ré na Cami, disparou o alarme do portão  da residência e me atrapalhei. O resultado é que espatifei o retrovisor do lado do motorista.

    Justamente na hora da saída.

    Sem traumas, eu a a Líilan preparamos um substituto, com um pedaço de espelho que tinha em casa, um cortador de vidro e fita isolante.

  A viagem foi muiiiiito rápida, pois Sto.antônio é bem pertinho.

    Chegamos no local que fica no parque Rodeios, já tinham alguns motorhomes instalados e é claro, os melhores lugares já ocupados.

    Bem na entrada foram feitas umas valetas que estavam tapadas com terra, e alí ainda no domingo atolou um motorhome. Foi um sufoco para tirá-lo do local. Até uma retro-escavadeira ajudou.

   Assim passou o domingo, entre arrumações e instalações.

   Na segunda-feira começaram a chegar mais motorhomes, e o local começou a ficar mais cheio, ainda hoje que é quarta espera-se por outros caravanistas.

    A noite de segunda tivemos uma carneirada com música ao vivo de um companheiro do rancho móvel.

    Na terça-feira um sopão organizado pelo caravanista Samambaia e sua família, o qual organizou o local para o evento.  Com direio a Show do Nelson Ned e do Vice Prefeito da cidade.

        

   Durante a semana tivemos uma feira de produtos naturais de Sto Antônio.  

 

 

     O encontro é um festival de motivos. Tem os que caminham e exercitam, os que jogam cartas, os que arrumam as casas, os que proseiam muito, os que observão, os que trabalham muito na organização, os que cantam, os que tocam, os que vendem os que compram, os que passeiam, os que se encontram, os que se divertem, os que riem, de uma ou de outra forma todos convivem em uma semana de muitas atividades. Quem realmente quiser descansar, só se deixar de participar das atividades.

Aqui um pouco de cada exemplo:

      No passeio de ônibus pro Sto Antônio fomos a Fonte Imperial, e conhcemos uma fábrica de rapaduras e provamos o sonho da cidade, que tem um forma um tanto diferente dos convencionais. mas muito saboroso.

 

 

 

 

 

 

 Durante a semana inaugurei a churrasqueria da CAMI, posei para foto de colorado, mas o adversário ficou com inveja.

 

 A inveja a seguir.

 Bom, disputas a parte de resto tudo bem.

    Fizemos um passeio a chácara de nossos amigos Enio e Sedeni, que tem uma privilegiada vista em Santo Antônio da Patrulha, lá conhecemos um pé de beringela, colhemos batata doce, aipim, e amendoim. Almoçamos uma refeição caseira de primeira.

 

 

 

Antes de sair pra roça, tem que colocar o sapatinho.

Uma coisa rara, dois chuchus e um único talo.

Uma árvore assombrada.

Por fim foram uns dias na terra da rapadura, rendeu mais amigos e muitas recordações.

  Fiquem com Deus e até o próximo post.

 

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Qual resultado *