ANO NOVO NOVOS RUMOS NOVA ETAPA

QUERIDOS AMIGOS E AMIGAS DA CAMI.  

   Acordei hoje e como de costume fui até a varanda onde meu velho pai Jordão toma seu chimarrão, ali compartilho uma cuias, as vezes tomo o primeiro da manhã, mas na maioria das vezes a erva já está lavada. Trocamos algumas idéias e retorno pra fazer o café com leite e torrada que levo pra minha esposa Lílian, normalmente ainda na cama, onde saboreamos juntos aquele momento.
   Estamos no final do ano de 2012, lembro de quando era criança e pensava que Cristo morreu com 33 anos,imaginava se chegaria aquela idade, mas hoje, de repente, logo em seguida, no dia 02 de janeiro de 2013 completo 50 anos. Estou numa transição total, o corpo já não é tão jovem, e sequelas da vida vão se aflorando.
   Em 2007 se manifestou uma artrose de quadril que me acompanhou até 2012, foram anos de muitas dores, mas a medicina resolveu o meu problema e com uma prótese de quadril posso realizar caminhadas, que até a pouco eram sonhos.
 Durante esses cincoenta anos vivi muitas experiências, na infância no colégio Marechal Rondon em Canoas, segui com a turminha de amigos, e ali lembro das brincadeiras, das professoras e do Diretor Frank e diretora Diva, no segundo grau fazendo eletrotécnica na Fundação Escola Técnica Liberato Salzano Vieira da Cunha, do curso de Direito na Ritter dos Reis. Do dia que conheci a Lílian, momentos que mudam a vida da gente.

   Ouvi muitas vezes e li que a vida é o presente, que o passado passou e o futuro não nos pertence, por isso devemos viver o presente. Entendo que esse pensamento não é de todo errado, mas com certeza o passado muitas vezes nos trás saudades, e saudade não se explica se sente, como disse o meu afilhado de casamento Claudemir, conhecido pro Casquinha.

    Então, “e agora José”, final de ano, e acumularam muitas mudanças ao mesmo tempo. Fui promovido, e posso assumir funções importantes em meu trabalho, por outro lado também posso me aposentar, e viver uma nova fase da vida.

     A Camicleta esta pronta esperando mais estrada, e ontem ainda fiz teste de direção e fui aprovado para CNH categoria “D”, resolvi fazer a carteira pois teria de renovar em janeiro, assim mudei de categoria.

    O verão, final de ano e liberdade, ou o trabalho, mais dinheiro e compromissos!

   Foram cincoenta anos para estar aqui, foram trinta e poucos trabalhando, de dia e muitas vezes a noite, sob regime disciplinar militar para a aposentadoria, e ainda tenho dúvida do que quero!

    Em 1996, durante minha formatura em Direito pela Ritter dos Reis, pensava em dar aulas após aposentar, hoje desisti disso, e também de advogar, nossos sonhos mudam!

    Quando não se conhece as dificuldades e sacrifícios se reconhece pouco a satisfação de pequenas vitórias. Isso aconteceu ontem quando passei no teste de direção. A Camicleta na garagem, novo ano e verão e já havia reprovado no primeiro teste. Em janeiro próximo vencendo a CNH, tinha um compromisso que montei comigo mesmo e com aqueles que me cercam, tinha que passar. Então, foram dias de angústia, e como tinha decidido não fazer novas aulas, fui com a preparação de 15 dias antes, mas peguei o micro ônibus do teste e consegui fazer a prova sem perder nenhum ponto, passei e parece coisa pouca, mas não é.

    Estou pronto para o ano novo, que venha 2013, e se vou aposentar logo ou não, deixo pro ano que vem.

    FELIZ ANO NOVO A TODOS!!!!!

 

  

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Qual resultado *